LIXO ELETRÔNICO

Os lixos eletrônicos, também conhecidos como pela sigla REEE (Resíduos de Equipamentos Eletro Eletrônicos), quando descartados de modo incorreto podem gerar sérios riscos ao meio ambiente. Este fator se dá devido ao uso de metais pesados altamente tóxicos na composição destes equipamentos. Dentre estes metais, os mais comumente encontrados são o mercúrio, berílio e chumbo. Soma-se a estes metais outros diversos componentes químicos. Quando o descarte incorreto ocorre, tais materiais são enterrados junto dos equipamentos, sendo então absorvidos pelos solos com os quais tiveram contato, contaminando, posteriormente, os lençóis freáticos. Outro método incorreto (e comumente feito) é o da queimada dos materiais, liberando toxinas extremamente perigosas no ar. Além destes fatores expostos (que afetam a humanidade de forma direta) ainda encontra-se em risco o trabalhador responsável pelo descarte irregular, visto seu contato direto com tais fumaças tóxicas ou até mesmo pelo consumo de água próximo a regiões de descarte (quando enterrados), podendo causar graves danos à saúde. Assim, o descarte correto é de extrema importância não só para o meio ambiente, mas também para a saúde humana.

Fonte: http://elixo.org.br/o-que-coletamos/

 

O PROBLEMA

Devido o alto consumo destes materiais, além da inovação tecnológica constante, é muito comum um aparelho ser trocado em pouco tempo. Em determinados países, em menos de um ano.
Tal problema é de tamanha complexidade que diversos países criaram legislações próprias para o correto descarte e a minimização de danos à saúde e ao meio ambiente. No dia 05 de Agosto de 2010 foi aprovada, no Brasil, a Lei Federal nº12.305, sendo esta referente à Política Nacional de Resíduos Sólidos no Brasil, que obriga o destino adequado a esses resíduos. Na cidade de São Paulo, devido elevada quantidade de lixo eletrônico, uma nova lei surgiu. A Lei Estadual 13.576 instituiu as normas para a reciclagem, gerenciamento e destino final dos lixos tecnológicos.

Fonte: http://elixo.org.br/o-que-coletamos/

 

A SOLUÇÃO

GeniusCon.2017 em parceria com a ONG E-lixo, irá realizar a coleta de lixo eletrônico na feira, o objetivo é contribuir com o meio ambiente destinando corretamente esses materiais para reciclagem ou descarte. A ONG estará presente na feira organizando a coleta recebida pelas escolas integrantes do SRI.

Confira abaixo os materiais que podem ser recolhidos.